Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hela | Moda e tendências

Um olhar diferente sobre a moda. ✨ Aqui falamos de moda, tendências, opiniões e muito mais.

07
Jun19

Junho devia chamar-se Santos

Tita Vicente

Para mim junho desde que mudei para Lisboa ganhou outro significado. Se já adorava junho pelos aniversários das minhas pessoas especiais e pelo meu rico São João, agora com a minha mudança para a capital significa também Santo António e se existe coisa que os lisboetas gostam de fazer é comemorar o Santo António. 

As festas em Lisboa começam no primeiro dia de junho e só acabam no último dia do mês. É festa todos os santos dia, em todos os bairros, é uma animação constante e como eu adoro isto! A semana passada já fui iniciar o meu mês de Santos Populares numa festa no terminal de cruzeiros do Turbo Baile (para quem não conhece é uma festa com música pimba dos criadores do famoso Revenge of the 90's) e adorei. Eu já conhecia o contexto da festa, porque já tinha ido a uma, por isso, eu sabia que ia ser uma boa noite. 

Agora todas as semanas até ao fim do mês vai existir sempre um dia de festa com os amigos e eu gosto muito desta ideia. Já disse que junho é provavelmente o meu mês preferido?

 

WeChat Image_20190603164249.jpg

Foto tirada por mim

05
Jun19

O drama dos transportes em Lisboa

Tita Vicente

Os transportes públicos em Lisboa funcionavam bem. Tinham defeitos? Tinham. Tinham atrasos? Sim. Mas média de dias em que, sobretudo, o metro funcionava bem eram superiores aos dias em que existiam problemas, mas desde os novos passes que tudo mudou
Eu acredito que os novos passes tenham ajudado muitas famílias e que em algumas a poupança deve ter sido gigante, mas isto descarrilou imenso no bom funcionamento dos transportes. Para além dos atrasos serem constantes, das linhas terem pelo menos uma avaria por semana, aliadas à crescente procura das pessoas pelos transportes públicos piorou o funcionamento. Os transportes não se souberam adaptar a esta nova demanda de procura, eles não tiveram tempo para o fazer e isto está a prejudicar todos os utilizadores. 
A última medida do metro de Lisboa para combater esta procura foi imitar a FERTAGUS e retirar bancos das carruagens para poder haver mais espaço para as pessoas. Ora isto é tudo muito bonito para quem anda no máximo três paragens, porque fazer uma linha inteira (de uma ponta à outra) em pé, deve ser algo frustrante. A única vantagem que eu consigo descobrir nesta mudança que querem implementar é que isto tente atenuar o efeito "lata de sardinha", como eu carinhosamente lhe chamo, que tenho vivido nos últimos tempos de utilização do metro. 
Tudo isto foi muito bom para aliviar a despesa das famílias, possivelmente aliviar o meio ambiente, visto que existem mais pessoas a utilizar os transportes públicos, mas até quando é que vamos ter de esperar para que os transportes (de uma forma geral) se adaptem a esta nova realidade? É que para além da quantidade de portugueses que optaram por este meio de transporte, os turistas por sua vez também não param de aumentar.

 

babca2f5da9a28eb0085392d6cbc0655.jpg

Imagem retirada do Pinterest

03
Jun19

Quem é do Norte vai entender

Tita Vicente

No outro dia, numa das minhas visitas ao Facebook, deparei-me com este artigo da Time Out: "12 coisas que enervam qualquer portuense" e, assim que o acabei de ler, percebi o quão me identificava com ele. Não nasci no Porto, mas já vivi mais anos lá do que na terra onde nasci, por isso, eu considero que sou so Porto e tenho muito orgulho nisso.

Esta lista define qualquer portuense da cabeça aos pés, claro que podem existir excepções, mas na maioria dos casos acredito que toda a gente se identifique. As minhas preferidas desta lista são a explicação para se dizer tantas asneiras e a lentidão turística. Mas esta última é algo que me enerva tanto que eu até aqui em Lisboa é algo que me dá uma comichão termenda, algo que me tira mesmo do sério.

Leiam e se tiverem amigos do Porto partilhem este artigo com eles para ver o que acham!!

 

27893054_154378272031175_6083387962907688960_n.jpg

Imagem fotografada por mim

 

Pág. 2/2