Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Hela

Another blog, same thing. ✨ Aqui falamos de moda, tendências, opiniões e muito mais.

05
Set19

A energia contagiante da Billie

Um concerto incrível e um noite memorável.

Tita Vicente

Ontem, dia 4 de setembro, foi o tão esperado concerto da Billie. Confesso que estava super ansiosa por este dia, de tal modo que parecia uma adolescente novamente. A Billie é uma artista com poucos anos de carreira, mas que eu gosto muito e assim que soube que viria a Lisboa tentei logo comprar bilhete. Não consegui para o Coliseu, mas não me escaparam para o Altice Arena.

O que dizer sobre o concerto? Durante a minha vida não fui a muitos, mas confesso que este teve uma energia especial. Depois da longa espera pelo dia D, da fila que ia do Altice ao Oceanário e das duas horas dentro do recinto até que o concerto começasse verdadeiramente, repetiria tudo porque valeu a pena. Não houve uma única música que ficasse de fora da set list, todas foram tocadas e algumas o público conseguiu mesmo abafar a voz dela, o que teve o seu lado bom e o seu lado mau, mas no geral todo o concerto foi muito bom. Ela mesmo com os tornozelos aleijados – um deles com direito a bota e tudo – saltou, pulou e deu o seu melhor tendo em conta as condições físicas dela no momento.

Foi um concerto apaixonante desde o primeiro segundo em que as telas se ligaram. Os vídeos que passam nas telas, os efeitos especiais que ela usa e o esquema de luzes são de uma qualidade impressionante por encaixarem tão bem com cada música. Houve ainda tempo para sonhar com ela e com o irmão dela, Finneas, enquanto cantavam "iloveyou" na cama para mostrarem a forma como compuseram a música.

No final ficou um concerto incrível na memória que valeu cada cêntimo gasto e uma vontade enorme de voltar a ver a Billie em palco e de continuar a acompanhar o seu trabalho. Se já era fã, depois de ontem fiquei ainda mais.

 

WeChat Image_20190905103752.jpg
Foto tirada por mim

 

Existe alguém que vocês gostavam muito de ver? 

2 comentários

Comentar post