Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hela | Moda e tendências

Um olhar diferente sobre a moda. ✨ Aqui falamos de moda, tendências, opiniões e muito mais.

29
Out19

O Top 3 das fashion weeks portuguesas - Portugal Fashion

Tita Vicente

Saltamos agora diretamente para a minha cidade preferida no mundo, o Porto. Bem, quero já dizer que foi bastante mais difícil eleger um top 3. No que toca aos desfiles é claro que eu gosto das marcas que arriscam, mas gosto que elas também apresentem modelos que qualquer comum mortal pode usar mesmo que não queira ser um “freak” (não me interpretem mal). Valorizo as marcas que fogem ao comum e arriscam, mas também gosto que exista um equilíbrio porque a realidade é que a maioria do que depois elas criam é apenas para a passerelle.

Passado este pequeno disclaimer vamos apresentar o primeiro escolhido. Nicolas Lecourt Masion, é um criador francês que apresentou pela primeira vez a sua coleção em terras lusas. Gostei muito que apesar de ser arrojado – olá transparências que eu amo – também criou conjuntos que podem ser usados no dia a dia.

NICOLAS LECOURT MANSION.pngCréditos: Elle Portugal 

 

Maria Meira entrou para o top por usar predominantemente o preto mesmo estando a apresentar uma coleção de verão. Uma atitude um pouco arriscada, mas que eu quero congratular. Para quem não sabe o preto é a cor rainha no meu armário e eu uso mesmo que seja verão e que esteja imenso calor lá fora. E se, tal como ela fez, combinarmos com peças mais claras acabamos por conseguir um equilíbrio bastante bom.

MariaMeira.pngCréditos: Elle Portugal 

 

Para finalizar temos Miguel Vieira. Conhecido por qualquer pessoa que se interesse minimamente por moda portuguesa, o criador está aqui pela sua irreverência. Como podem ver dei destaque a dois fatos masculinos, mas poderia ter dado a mais alguns. Adorei a forma arrojada como usa padrões e cores diferentes em peças masculinas sem perder o toque clássico de um fato, por exemplo.

MIGUEL VIEIRA.pngCréditos: Elle Portugal 

 

Agora que já vos apresentei os meus escolhidos, queria saber mais a vossa opinião! O que acharam? Qual é a vossa opinião sobre estes eventos portugueses?

28
Out19

O Top 3 das fashion weeks portuguesas - Moda Lisboa

Tita Vicente

Durante este fim de semana fiz uma sessão de perguntas no Instagram do blogue – quem não segue é claramente um ovo podre! – e um dos pedidos foi sobre o Moda Lisboa e o Portugal Fashion. Como consumidora de desfiles que sou, obviamente deitei o olho ao assunto e achei super pertinente atender ao pedido e falar disso aqui no blogue. Elegi, aquele que para mim é o top 3 dos dois eventos portugueses de moda e é deles que vamos falar.

O primeiro evento que decorreu foi o Moda Lisboa e custou-me um pouco escolher o terceiro candidato, porque os dois primeiros já estavam super definidos. No topo da tabela temos Carolina Machado com a coleção Dolce Vita. Inspirada em Capri, uma das pérolas italianas a coleção é feita em tons mais sóbrios, utilizando diferentes texturas que nos dão a sensação de verão à beira mar. Toda a coleção está super bonita, mas o vestido branco da primeira imagem roubou completamente o meu coração e poderia vir morar no meu armário e tornar-se no meu go to do próximo verão.

Carolina Machado.png
Créditos: Moda Lisboa

 

Em segundo lugar, mas definitivamente não menos importante está Gonçalo Peixoto. Apostou mais em cores néon como o rosa, laranja e amarelo predominando sobretudo o rosa. Mas o que saltou à vista - de toda a gente, acredito eu - foi o fato completo feito num tecido brilhante branco com detalhes em tons de rosa e verde. E, meus senhores, como eu queria este fato no meu armário para sair e ser destaque em qualquer lugar.

gonaço peixoto.pngCréditos: Moda Lisboa

 

Com tons mais sóbrios temos AWAYTOMARS a fechar o top lisboeta. Apesar de o lilás, o azul e o roxo serem os reis da coleção existiu ainda espaço para algumas brincadeiras em tons de laranja que vieram relembrar que esta é uma coleção pensada para o verão. Devo ressaltar que esta marca presa por um conceito de moda um pouco diferente, mas com o qual me identifico muito: todos podem ser designers de moda desde que tenham uma boa ideia e essa é a base da AWAYTOMARS.

AWAYTOMARS.pngCréditos: Moda Lisboa

 

Como já disse iremos também ter o Top 3 do Portugal Fashion, mas esse saí no post de amanhã. O que acharam dos escolhidos da Moda Lisboa?

19
Out19

A moda não é só glamour

Os três melhores momentos das últimas fashion weeks.

Tita Vicente

Eu sei que as semanas de moda já passaram e que muita gente nem sequer liga a isso. Eu, como é óbvio, gosto de dar sempre um olhinho no assunto, mas também não acompanho todas, nem tão pouco todos os desfiles. No entanto, este ano aconteceram alguns momentos caricatos, dignos de um “cromo dos Idolos”! 

Pois é, quando se pensa em desfiles vêm logo à cabeça a ideia de algo super glamoroso e tradicional. Meia dúzia de mulheres/homens a desfilar, quase sempre com o mesmo estilo, a servir de expositor para as roupas dos estilistas. Mas este ano existiram três momentos que, para mim, marcaram as fashion weeks. Um deles foi, em Milão, a presença de Jennifer Lopez, no desfile da Versace, com o mesmo vestido que levou o Google a criar o motor de pesquisa de imagens. Pois é, caso não saibam foi este modelito usado por JLO que fez os criadores pensarem que necessitavam de suprir mais uma necessidade do ser humano. No auge dos seus 50 anos, a cantora e atriz, mostrou que está aqui pronta para as curvas e que é tal como o vinho do Porto: melhora com o tempo. 

 

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Jennifer Lopez (@jlo) a

 

O segundo momento foi o estilo de catwalk único do modelo Leone Dame para a Maison Margiela, durante a Paris Fashion Week. Estamos habituados ao andar certeiro, normalmente definido pelo ritmo da música e de uma certa inclinação do tronco, entre outros pormenores. O que ninguém esperava foi a excentricidade com que o modelo se apresentou na passerelle e que o tornou num dos mais falados desta edição. Se ao início houve quem achasse que ele teria endoidecido, desengane-se, aliás, a performance dele foi uma espécie de show previamente definido. Tenho de dar ainda destaque que todo este aparato foi feito em cima de uns saltos altos! Claramente John Galliano sabia quem estava a escolher para encerrar o desfile e pautar assim pela diferença.  

 

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Leon Dame (@leondame) a

 

Por fim e para encerrar com chave de ouro tivemos Gigi Hadid a salvar o final do desfile da Chanel. Ao que parece uma das pessoas convidadas para assistir a um dos mais exclusivos eventos da casa de moda francesa decidiu invadir a passerelle. Sentada na primeira fila - diga-se de passagem um privilégio gigante, que não é concebido a qualquer um - a comediante Marie Benoliel, conhecida por fazer este tipo de situações para o seu canal de YouTube invadiu a “pista” e quase que arruinou o final do desfile. Valeu-nos dona Gigi, que a encaminhou para a saída sem sair da sua pose e do seu andar incrível e único. Todo o momento foi registado, obviamente, e tornou-se rapidamente viral e motivo de notícia um pouco por todo o mundo. 

 

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Carine Roitfeld (@carineroitfeld) a

 

 

Já tinham visto estes momentos caricatos ou passou-vos ao lado?